terça-feira, 13 de outubro de 2009

Eu queria um dia...

Poder abrir os olhos de manhã e ouvir os pássaros. Talvez até uma melodia suave de algum poeta que canta as belezas do mundo. Queria poder falar aos meus amigos os meus medos, tendo a certeza de que eles não irão usá-los contra mim. Queria sonhar. Queria brincar. Queria amar.


Sabendo, porém, que nada é pra sempre. E não ligar para o fim da paixão, nem o início da amizade. Queria falar coisas que hoje eu escondo. Pode ser que, nesse dia, os amantes de mesmo sexo serão vistos com o mesmo olhar dos demais.

Eu queria a idéia pronta e sem esboço. As coisas acontecendo perfeitamente sem planejamento. Eu queria voar. Queria andar. Queria falar. Sem medo de julgamentos.

Eu queria que valesse a pena. Que todos fossem unidos e tentassem mais. Queria pode chorar na rua, se eu precisasse. Queria a verdade nua e crua. Queria gritar que ninguém deve ser igual a ninguém. Gosto de pensar que, nesse dia, a verdade e a honra seriam lei.

A vida me ensinou que quanto mais alto sonhamos, maior é a queda na realidade, e também mais doída.

Mas Deus me ensinou que sempre vale à pena sonhar!

3 comentários:

Leandro Kerr disse...

Ah, eu também queria.. Aliás, quero!
E sonhar.. Ah, sonhar não custa nada! ;D

R.afaela B.ento disse...

Que linds cara,mto mto perfo *---*
e tbm queria isso =/
cê que fez isso xuxu?
;*

L. B. Ottesen disse...

Claro, claro, xuxu *.*
Tudo que está escrito aqui, se eu não citei autores, é meu! =P